Resultados 1 a 3 de 3

Tópico: Portugueses contrariam Europa e querem manter canábis ilegal.

  1. #1
    Data de Ingresso
    Nov 2013
    Posts
    1.368
    Thanks
    7.450
    Thanked 4.212 Times in 1.320 Posts

    Portugueses contrariam Europa e querem manter canábis ilegal.



    Em três anos sobe em 14% os jovens que pretendem que a substância continue ilegal. Europa evidencia tendência contrária.

    Mais jovens portugueses rejeitam a ideia de legalizar a canábis, contrariando a tendência europeia. Só nos últimos três anos, subiu em 14% a estatística dos que por cá não estão interessados nesta legalização.

    Se em 2011 eram 52% os jovens portugueses, dos 15 aos 24 anos, que defendiam que a canábis deveria continuar ilegal, agora são já 66%. Portugal está em contracorrente, já que a tendência europeia é para que cada vez mais jovens queiram a sua legalização. Os números dizem que na UE, em 2011, eram 59% os jovens europeus que queriam ver a canábis ilegal, agora são apenas 53%, menos 6%.

    A tendência portuguesa "é surpreendente", avança Manuel Cardoso, subdiretor geral do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), acrescentando que "isto vai, no entanto, no sentido de todo o trabalho que tem sido feito para sensibilizar os jovens para os comportamentos de risco".

    Manuel Cardoso lembra que, recentemente, o SICAD fez um estudo que versava sobre as novas substâncias psicoativas, verificando, igualmente, que "a maioria dos jovens, mesmo os que as consumiam, não concordavam com a sua legalização". Aquele responsável entende que a situação em Portugal "é confortável" e que "para isto, ajudou o facto de se ter optado por não criminalizar". "Não é crime o consumo (em pequenas quantidades), mas é proibida a comercialização. As pessoas sabem que as pode prejudicar", defende.

    Ao lado de Portugal - neste aumento de pessoas que não quer a legalização da canábis - estão países como a Holanda (mais 14% relativamente a 2011), a Bélgica (mais 13%), a Letónia (mais 8%) e a França (com mais 6% do que em 2011).

    No resto da Europa, mesmo nos países onde a maioria esmagadora não quer a legalização, a tendência é para que sejam cada vez menos jovens a pensar assim. No Chipre, por exemplo, 72% dos jovens não quer a legalização da canábis, mas são já menos 10% em relação ao ano de 2011. Na restante UE, na Itália, por exemplo, são já menos 22%, na Alemanha menos 17%, na Áustria menos 14 e na Eslovénia menos 13%.




    Fonte: www.jn.pt

    Original:
    http://www.jn.pt/PaginaInicial/Socie...ent_id=4093641

  2. The Following 3 Users Say Thank You to Shariff For This Useful Post:

    Coelho (08-26-2014),Stewie weed (08-26-2014),Tricomaria (09-03-2014)

  3. #2
    Data de Ingresso
    May 2014
    Localização
    Algarve
    Posts
    863
    Thanks
    5.680
    Thanked 2.839 Times in 837 Posts
    Isto me deixou pasmo os jovens europeus não querem a legalizacao !
    Poxa isto realmente é um grande passo atrás , os jovens precisam de mais informação a respeito de nossa Ganja .
    A América está dando um grande passo com a informação da cannabis para fabrico de medicamentos e outros benefícios falta muito para quebrar o tabu mas vai no caminho certo .

  4. The Following 2 Users Say Thank You to Stewie weed For This Useful Post:

    Shariff (08-26-2014),Tricomaria (09-03-2014)

  5. #3
    Data de Ingresso
    Oct 2013
    Localização
    Rif Mountains
    Posts
    1.674
    Thanks
    2.674
    Thanked 5.084 Times in 1.645 Posts
    Pois eu tinha a ideia de que era mais ao contrario e que , cada vez mais a malta é a favor da legalização !

    Não sei se acredito no "estudo"

    Abraços
    Tricomaria - Fábrica de Tricomas Caseiros

  6. The Following 6 Users Say Thank You to Mr.Ganja For This Useful Post:

    Coelho (08-27-2014),ricardopunxs (08-26-2014),Shariff (08-26-2014),Stewie weed (09-03-2014),Tricomaria (09-03-2014),ZeDyke (09-04-2014)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •